Juventude

SURGE UMA NOVA JUVENTUDE NO BRASIL

Resoluções do lançamento da FAÍSCA juventude anti-capitalista e revolucionária

Veja as resoluções votadas no lançamento da FAÍSCA - juventude anti-capitalista e revolucionária.

segunda-feira 4 de abril de 2016| Edição do dia

A plenária de lançamento da Faísca - Juventude Anticapitalista e Revolucionária resolve:

1. Declaração de lançamento assinado pelos militantes do MRT e militantes independentes. Nas escolas, universidades e locais de trabalho serão organizados debates a partir deste Manifesto;
2. Organizar debates acerca de qual programa defenderá a juventude da Faísca. Esses debates deverão ser enviados a uma comissão representativa de cada escola, universidade e local de trabalho;
3. Exigir que as entidades estudantis UNE e ANEL, bem como os grêmios, DCEs e CAs, organizem um plano de lutas contra o impeachment e os ataques do governo PT;
4. Organizar ações em defesa da Educação nas escolas, universidades e locais de trabalho, como festivais, lambes ou outras, contra o impeachment e os cortes dos governos do PT, estaduais e municipais;
5. Lançar um portal na Internet ligado ao Esquerda Diário que seja transformado num instrumento de toda a juventude;
6. Organizar uma campanha financeira nacional a partir da venda de rifas;
7. Campanha “Solidariedade aos professores e estudantes em luta no Rio”
8. Campanha “Contra os cortes na Educação, por permanência, cotas raciais, fim do vestibular e estatização das universidades privadas, sob controle dos estudantes e trabalhadores”;
9. Campanha “Contra o trabalho precário e o desemprego. Se demitir ou se fechar: Estatização sob controle dos trabalhadores”;
10. Campanha “Pela liberdade sexual e de identidade. Basta de mortes de LGBTs e por abortos clandestinos. Pelo direito ao aborto legal, seguro e gratuito”;
11. Campanha “Façamos como os estudantes franceses: Lutar contra os ajustes junto aos trabalhadores”;
12. Campanha “Contra a lei anti-terrorismo”;
13. Campanha “Contra os cortes nas Artes e Cultura. Por Arte e Cultura que não atendam aos interesses privados e que não sejam acessíveis apenas à elite”;
14. Campanha “Por creches e fraldários nos espaços escolares e universitários. Por licença maternidade às mães e pais estudantes”;
15. Campanha “Por um mídia democrática, não regulamentada e não monopolista, com incentivo a veículos de informação indepenedentes;
16. Campanha “Pela retirada imediata das tropas brasileiras do Haiti e pelo fim do genocídio à juventude negra, dentro e fora do Brasil;
17. Campanha “Pelo fim do acordo Estado-Igreja”;
18. Campanha “Pelo debate acerca de gênero e sexualidade nos Planos Nacional e Municipais de Educação”;
19. Campanha “Pelo fim do PL Escola sem partido. Por uma educação libertadora que não nos ensine a obedecer”
20. Campanha “Pelo fim das parcerias público-privadas nas escolas e universidades”;
21. Campanha “Contra o genocídio da população indígena e pela demarcação imediata das terras”.




Tópicos relacionados

Juventude

Comentários

Comentar