×

Apresentação da Faísca Revolucionária na UnB | Derrotar a extrema-direita e o capitalismo: ideias comunistas para uma juventude revolucionária

É urgente construirmos uma juventude revolucionária comunista para derrotar Bolsonaro, militares e os ataques na luta junto dos trabalhadores, não na conciliação de classe! Por isso, chamamos todes à Mesa de Apresentação da Faísca Revolucionária na UnB “Derrotar a extrema-direita e o capitalismo: ideias comunistas para uma juventude revolucionária” - quarta, 17h30.

Luiza EineckEstudante de Serviço Social na UnB

domingo 5 de junho | Edição do dia

A Mesa contará com Vitória Camargo, militante da Faísca Revolucionária, coordenadora do Centro Acadêmico de Ciência Humanas (CACH) na Unicamp e mestranda em Sociologia no IFCH; Luiza Eineck, estudante de Serviço Social na UnB, militante da Faísca Revolucionária e do grupo internacional de mulheres socialistas Pão e Rosas.

Diante dos cortes bilionários à educação e os assassinatos racistas de Genivaldo e a chacina da Vila Cruzeiro, é urgente debatermos a necessidade de construirmos uma juventude revolucionária comunista e mandar Bolsonaro, militares e a extrema-direita para a lata de lixo da história! A PEC 206, a precarização do trabalho da juventude e os ataques ao conjunto dos trabalhadores, que na UnB são aplicados pela Reitoria, só serão enterrados com a força da nossa mobilização. O caminho para isso não é a conciliação de classe de Lula e do PT, ao qual o PSOL se subordina: Lula foi reabilitado pelas mesmas forças políticas reacionárias - como o STF, centrão e militares - que promoveram o golpe em 2016 e o prenderam arbitrariamente, para governar o capitalismo brasileiro e administrar a crise com as reformas intactas; tudo isso junto do capital financeiro, do agronegócio, das cúpulas das igrejas evangélicas, em um regime recheado de militares racistas e marcado pelo autoritarismo judiciário. As eleições não irão derrotar a extrema-direita e a conciliação de classe apenas abre caminho a essas forças reacionárias.

Isso é ainda mais inconcebível em nossa época, que cai por terra a ideologia neoliberal de um sistema capitalista eterno e inabalável. A crise de 2008, seguida da pandemia do coronavírus e, agora, a reacionária guerra na Ucrânia, escancaram a gigantesca irracionalidade sobre a qual o capitalismo se constrói, atualizando-se a definição de Lênin da época imperialista como de crises, guerras e revoluções. Um cenário digno de roteiro distópico com crise migratória, aumento da fome, do desemprego, desastres ambientais, governos reacionários como o de Bolsonaro e militares e o estouro de uma guerra na Europa, mas que também é fortemente marcado pela luta de classes, como vimos nos inúmeros processos que irromperam desde a Primavera Árabe, em 2011, até o Black Lives Matter, em 2020, nos quais a juventude esteve na linha de frente.

Diante de um cenário internacional convulsivo e da necessidade de derrotar a extrema-direita no Brasil, é preciso armar a juventude com as ferramentas políticas e estratégicas do marxismo revolucionário, que tem seu fio de continuidade na tradição trotskista que sempre combateu a tradição stalinista de degeneração do marxismo. É preciso lutar para transformar as rebeliões em revolução - e para isso, precisamos construir uma juventude revolucionária comunista!

Os capitalistas roubam o futuro da juventude, então que morra! A Faísca Revolucionária é uma juventude impulsionada pelo Movimento Revolucionário de Trabalhadores (MRT), partido brasileiro da Fração Trotskista pela Quarta Internacional (FT-QI) que está em mais de 14 países pelo mundo, e estudantes e jovens trabalhadores independentes. Nacional e internacionalmente, defendemos uma universidade que esteja à serviço dos grandes problemas da classe trabalhadora e do povo pobre, não dos lucros dos capitalistas! Lutamos pela revolução comunista internacional, por uma sociedade sem classes e sem Estado, sem opressão e exploração, na qual possamos viver em harmonia com a natureza, em uma vida plena de sentido.

É com esse espírito que voltamos para a UnB, convidando todes para conhecer e debater essas ideias conosco em nossa atividade e a se organizarem na Faísca Revolucionária!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias