×

Crime político | Eleitor de Lula é morto por bolsonarista no Ceará: combater a extrema-direita nas ruas!

Em um bar na cidade de Cascavél (CE), um homem de 59 anos entrou em um bar gritando: “quem é eleitor do Lula aqui?”. Antônio Carlos Silva de Lima, de 39 anos, respondeu dizendo “eu sou!” e em seguida foi esfaqueado pelo bolsonarista, atingindo a costela.

segunda-feira 26 de setembro | Edição do dia

O assassinato aconteceu no último sábado, dia 25. A vítima morreu durante o socorro médico. Ele era caseiro de um sítio na região. Um crime odioso dessa extrema-direita que, incendiada pela disputa política de Bolsonaro a reeleição, sobretudo após o 7 de setembro, mostra mais uma vez seus métodos mais violentos para atacar opositores.

São parte desses caos o assassinato de Bendito no MT ou do militante Marcelo Arruda no PR. Mas também os brutais casos dos ativistas ambientais, Dom e Bruno, o cruel assassinato de Genivaldo em uma câmara de gás pela Polícia Rodoviária Federal, assim como de Marielle e Mestre Moa em 2018.

É necessário impor justiça por cada um deles, que não virá das eleições ou da justiça. Somente a organização dos trabalhadores que pode encabeçar a unidade de todos os explorados e oprimidos por esse governo para vingar as suas mortes. Cada expressão do reacionaria bolsonarista como essa precisa de uma resposta nas ruas, pois tentam espalhar o medo e paralisar nossas forças. Com a perspectiva de combate a esses absurdos na luta de classes é a única forma de fazê-los tremer, pois é nesse terreno que ela tem medo de ser enfrentada.

Por isso que exigimos da CUT, a CTB e a UNE, centrais sindicais e entidade estudantil, dirigidas pelo PT e PCdoB, organizem a luta em cada local de estudo e trabalho, também na perspectiva de organizar a classe trabalhadora e a juventude para barrar as reformas e privatizações.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias