×

ABC Paulista | Servidores municipais de Santo André fazem paralisação e ato contra arrocho salarial do PSDB

Em dia de paralisação nesta quinta, 31, servidores municipais de Santo André pararam o centro da cidade em protesto contra o arrocho salarial promovido pelo prefeito Paulo Serra (PSDB)

quinta-feira 31 de março | Edição do dia

Foto: reprodução / CUT SP

Os servidores municipais de Santo André, categoria que tem forte presença de trabalhadores da educação e da saúde, paralisaram as suas atividades nesta quinta, 31 e, no meio da tarde, pararam as ruas do centro de Santo André contra o arrocho salarial promovido pela prefeitura de Paulo Serra (PSDB).

Foto: CNTE Brasil

A maioria da população tem sentido na pele os efeitos corrosivos dos aumentos dos preços dos combustíveis, do gás de cozinha, dos alimentos, da energia elétrica, entre outros produtos e serviços essenciais. Frente aos índices galopantes da inflação, no município de Santo André, o prefeito Paulo Serra (PSDB) propôs um reajuste parcelado dos salários, sendo 3% a ser pago a partir de maio e 4% a partir de setembro deste ano, o que não chega nem perto de repor a perda salarial para a inflação que, segundo o sindicato dos servidores, já teria ultrapassado os 18%.

Veja também: Programa "O Brasil não é para amadores": aumento do preço dos combustíveis e alimentos

Diante dos ataques de governos como o de Bolsonaro, Zema (MG), Paes (RJ), Paulo Serra, é preciso batalhar para a unidade dos processos de que já começam a se expressar em vários lugares do país, onde professores e trabalhadores da educação em MG e os garis no RJ estão na dianteira construindo fortes greves.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias