Sociedade

VARIANTE MANAUS

Variante de Manaus do coronavírus deve predominar no Brasil em um mês, segundo infectologista

sexta-feira 5 de fevereiro| Edição do dia

"Provavelmente essa nova variante já está em outras regiões do país, e é questão de tempo ela se tornar dominante. Em cerca de um mês já deve prevalecer sobre outras no monitoramento", disse o especialista

Em entrevista ao jornal O Globo, o infectologista Marcus Lacerda, da Fiocruz-AM, disse que a variante do novo coronavírus detectada pela primeira vez em Manaus deverá predominar no Brasil dentro de um mês e que é "questão de tempo".

Enquanto isso, o presidente Jair Bolsonaro tem se colocado como ferrenho defensor da sustentação das patentes de vacinas contra a doença, contra a possibilidade da produção massiva de genéricos nos laboratórios do país. Dá pra dizer que o presidente é o pai adotivo da nova cepa, sendo responsável, junto com o general Pazuello, pela drástica situação em Manaus, deixando faltar até mesmo oxigênio.

Mas Manaus também é resultado do conjunto de medidas do regime do golpe institucional, que cortou verbas da saúde, privatizou laboratórios de produção de vacina, tendo seus defensores no Congresso, no STF, também como responsáveis pela situação na região e a ameaça para o conjunto de toda a população. Não atoa, não se vê Dória ou qualquer outro governo, mesmo os do PT e ou PCdoB, levantando a necessidade da quebra imediata das patentes, e que os laboratórios sejam nacionalizados para produção em massa do imunizante, e colocando sob controle dos trabalhadores sua produção e distribuição.




Tópicos relacionados

Manaus   /    Vacina contra a covid-19   /    Bolsonaro   /    Vacina   /    Dia D de vacinação   /    Vacinação   /    Crise do Coronavírus   /    COVID-19   /    Coronavírus   /    Sociedade

Comentários

Comentar