www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário
http://issuu.com/vanessa.vlmre/docs/edimpresso_4a500e2d212a56
Twitter Faceboock
Greve Professores DF
Justiça ataca professores do DF e impõe multa arbitrária desrespeitando direito de greve
Eduardo Máximo
Estudante da UnB e bancário na Caixa

Ontem, o desembargador do TJDFT Roberto Freitas Filho determinou aos professores que voltem imediatamente ao trabalho, sob pena de multa diária de R$ 300 mil. Em um claro desrespeito ao direito de greve dos professores e orientadores educacionais do DF o desembargador, assim como a mídia burguesa, tenta colocar a população contra a greve. É preciso unir professores, estudantes e toda a população em apoio a greve!

Ver online

Em mais uma demonstração autoritária por parte do poder judiciário, desrespeitando o direito constitucional de greve, o desembargador do TJDFT Roberto Freitas Filho determinou a volta imediata dos professores e orientadores educacionais que entraram em greve na última quinta-feira, 04/05, reivindicando reajuste salarial para a categoria após 8 anos com salário congelado, exigindo também melhores condições de trabalho, denunciando a militarização que oprime os jovens e professores dentro das escolas, o fechamento de turmas de EJA, as salas superlotadas, o sucateamento da educação, e a nefasta reforma do ensino médio.

O Judiciário do DF mostra seu caráter burguês somando-se ao reacionário governo de Ibaneis Rocha e Celina Leão e a mídia burguesa que tenta colocar estudantes pais e a população contra os professores. Como justificativa para a decisão o desembargador argumenta demagogicamente que "a educação pública serve, primordialmente, à população mais necessitada, social e economicamente" e que "mães contam com o horário de permanência de seus filhos em escolas e creches para que possam trabalhar durante o dia".

É justamente para garantir que a educação possa ser pública, gratuita e de qualidade, para que a população e os filhos da classe trabalhadora possam ter acesso a este direito é que os professores e orientadores educacionais estão em luta e necessitam do apoio dos estudantes, pais, de toda comunidade escolar e de toda a população.

Durante a eleição Ibaneis fez muita demagogia dizendo que iria valorizar os professores e que eles mereciam salário de um juiz, aliás muito irônico que ele se apoie justamente nas decisões de um juiz para tentar encerrar a greve, no mesmo dia da deflagração da greve Ibaneis determinou que a Procuradoria-Geral do DF (PGDF) entrasse na Justiça para pôr fim ao movimento. Agora o governador do DF está irredutível e não quer negociar, cancelando um reunião que estava marcada semana passada com a Casa Civil e não apresentando nenhuma proposta. Professores e orientadores educacionais estão há 8 anos com salário congelado, o último reajuste foi em 2012 pra repor as perdas históricas e foi parcelado até 2015 quando aconteceu o último aumento. De lá pra cá a perda inflacionária foi de pouco mais de 30% e Ibaneis se apoia em um reajuste parcelado de 6% ao ano nos próximos 3 anos que sequer repõe a inflação.

Os professores e orientadores educacionais vêm demonstrando sua disposição de luta e mantêm a greve mesmo com essa decisão arbitrária do judiciário. A próxima assembleia da categoria está marcada para a próxima quinta-feira. Para fortalecer a greve é fundamental que a luta ultrapasse os limites, as barreiras e divisão que tanto a mídia burguesa, como governo, judiciário querem impor entre a população e os professores em greve. Por isso é necessário dizer também que a direção do sindicato dos professores do DF deve buscar essa aliança com estudantes, pais, a comunidade e escolar e toda a população rompendo com qualquer corporativismo.

O Esquerda Diário coloca todo seu apoio a está importante greve que se enfrenta com o reacionário governo de Ibaneis Rocha e Celina Leão, a mídia burguesa e o Judiciário. É preciso unir professores, estudantes e toda a população para arrancar através da luta todas as demandas, de forma independente do governo Lula-Alckmin.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui