Política

Atos pró-impeachment de Bolsonaro ocorrem por todo país

Neste sábado, carreatas exigindo o impeachment de Jair Bolsonaro ocorrem em capitais e cidades em todas as regiões do país.

sábado 23 de janeiro| Edição do dia

As manifestações convocada por centrais sindicais, sindicatos, e organizações políticas da centro-esquerda e esquerda nacional tinham como pauta “impeachment e vacinação já" e outras pautas como a manutenção do auxílio emergencial.

Em Brasília, os manifestantes ocuparam faixas da Esplanada dos Ministérios. A carreata chegou a ocupar mais e 10 quilômetros da capital federal. Carreatas já ocorreram e ainda ocorrem no Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE), Salvador (BA), Belém (PA) e outras capitais. Em outras cidades, como no ABC paulista também ocorreram carreatas pela região.


Rio de Janeiro (RJ)

Leia mais sobre a manifestação no Rio de Janeiro: Carreata contra Bolsonaro e em defesa da vacinação aconteceu no Rio de Janeiro


Salvador (BA)


Recife (PE)


Varginha (MG)


Brasília (DF)


Teresina (PI)


Belém (PA)

A burocracia sindical, em primeiro lugar a maior central sindical do país, a CUT dirigida pelo PT, tem se limitado a atos de fachada contra as demissões ou Bolsonaro e o regime do golpe não organizado um verdadeiro plano de luta, organizado pela base, como destaca Marcello Pablito em declaração ao Esquerda Diário. A necessidade de enfrentar o conjunto do regime do golpe, e não meramente Bolsonaro como se faz com o impeachment, é o oposto do que tem feito o PT apoiando candidatos que votaram mais de 90% das vezes com Bolsonaro, como Baleia Rossi, aliado de primeira hora de Michel Temer, posição esta que é compartilhada pelo PSOL seja no primeiro ou no segundo turno.

Como afirmado em editorial do MRT de recente publicação: “Não há outra saída. Todos os setores que se apresentam como alternativa ao PT e às burocracias precisam batalhar por uma resposta a crise em base a mobilização. Nessa luta, nossa batalha será por um programa transicional anticapitalista e antiimperialista ligado à batalha pelas demandas democráticas, buscando mudar todas as regras do jogo, e não apenas os seus jogadores. Nós do MRT e do Esquerda Diário colocamos todas as nossas energias para esse objetivo junto aos trabalhadores e na luta de classes.”

A Assembleia Constituinte Livre e Soberana se sobressaí como uma alternativa que abre maiores perspectivas para a independência e defesa dos direitos da classe trabalhadora. Trata-se de atacar em regra não apenas Bolsonaro e Mourão, mas todas as instituições desse arcabouço golpista dos poderes instituídos (STF, Congresso nacional, etc.) que nos trouxeram até aqui, estando na linha de frente da defesa de todos os direitos democráticos e sociais da classe trabalhadora e do povo pobre, pisoteados diariamente.




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Jair Bolsonaro   /    Impeachment   /    Política

Comentários

Comentar